Loja Biovip de

Mascne: uma palavra que a Covid-19 adicionou ao nosso dicionário!

Mascne: uma palavra que a Covid-19 adicionou ao nosso dicionário!

Durante o último ano, o mundo tem-se deparado com o maior desafio da era moderna até então: a pandemia de COVID-19. Para tentar evitar o contágio e abrandar a propagação do vírus, a máscara passou a fazer parte do nosso dia-a-dia, sendo um artigo que vai connosco para todo o lado e de uso obrigatório na maioria dos sítios públicos. No entanto, apesar de ser imprescindível e o seu uso não dever ser descurado, esta utilização massiva trouxe consigo alguns problemas para a nossa pele, sendo o mais prevalente o acne.

O acne já não é só coisa de adolescentes

O acne que aparece devido à utilização contínua de máscara tem a denominação de Acne mecania, ao qual foi dado o nome corrente de MASCNE. Este surge principalmente nos sítios que estão cobertos pela máscara, estando já identificado e descrito em profissionais que utilizam diariamente este tipo de equipamento de proteção individual. No entanto, devido ao panorama atual, a incidência desta patologia alargou-se à população em geral.

A máscara provoca oclusão da pele, aprisionando a sua oleosidade e suor, o que leva ao bloqueio dos poros. Além disso, gera calor, humidade e fricção, provocando irritação e criando o ambiente perfeito para o desenvolvimento dos microrganismos responsáveis pelo aparecimento do acne. Todos estes fatores vão provocar alterações a nível da barreira cutânea e, como tal, a melhor estratégia de prevenção e tratamento passa pela manutenção da integridade da pele.

Não descure na escolha da máscara

Neste tipo de acne, em que a causa do seu aparecimento é a exposição à máscara, a solução ideal seria limitar o contacto com a mesma. Contudo, em plena pandemia, tal não será possível, já que ela é o nosso maior aliado contra a propagação do vírus. Contudo, a escolha da máscara pode ajudar a diminuir a prevalência do mascne, já que os diferentes materiais disponíveis geram graus de reatividade distintos na pele. As máscaras cirúrgicas e N95 são compostas por polipropileno, um material sintético denso que encurrala o ar quente e humidade, criando o ambiente perfeito para o desenvolvimento de bactérias e fungos. Já as máscaras de fibras naturais absorvem a humidade da pele, mas têm uma saturação de fluido elevada, provocando uma maior sensação de peso e desconforto. Os têxteis sintéticos biofuncionais têm um melhor coeficiente de evaporação/arrefecimento e são impermeáveis. Tecidos como o algodão, seda, poliéster ou nylon, com grande número de fios firmemente unidos, têm um maior fator de proteção solar (FPS) e minimizam a fricção entre a pele e a máscara. Por tudo isto, caso sofra desta condição, na hora de escolher uma máscara, opte por uma reutilizável, preferencialmente de algodão ou seda. Além disso, é também importante a substituição e lavagem frequentes da mesma, preferencialmente com um detergente hipolergénico.

Uma higiene adequada é essencial para combater o mascne

Tal como noutros tipos de acne e patologias da pele, uma rotina diária adequada é essencial à manutenção da barreira cutânea. É aconselhado, no caso do mascne, manter essa rotina o mais simples possível, com produtos com o menor número de ingredientes e afastando-se daqueles que podem provocar irritação na pele ou dificultar a respiração da mesma ao entupir os poros. O passo mais importante será manter uma pele livre de impurezas, o que se consegue através da limpeza com os produtos adequados. Neste caso, em que a pele é normalmente oleosa e com tendência acneica, o gel de limpeza será o produto mais indicado, já que confere uma sensação de frescura, além de reduzir a oleosidade. A par da limpeza, é importante manter a pele hidratada que, além de restaurar a barreira hidrolipídica da pele, ajuda também a protegê-la da fricção da máscara. Em caso de mascne, opte por produtos oil-free, indicados para peles mistas e oleosas, bem como produtos com propriedades anti-microbianas e anti-inflamatórias, que ajudem a regular o microbioma da pele.

 

★ Dica: O Gel de Limpeza Visage é enriquecido com extratos naturais de papaia e lavanda, que lhe conferem uma ação purificante e refrescante, e ainda com zinco e cobre, com propriedades importantes ao nível do controlo da proliferação microbiana indesejável.

 

Menos é mais

Além da rotina diária com produtos simples e adequados para o combate ao acne, é importante não sobrecarregar a pele com maquilhagem. Por baixo da máscara, a maquilhagem vai ser mais um produto que poderá entupir os poros e provocar o desequilíbrio cutâneo. No caso da maquilhagem ser mesmo necessária, opte por uma que seja oil-free e não comedogénica.

O uso de proteção solar continua a ser importante, no entanto, o ideal será escolher um hidratante que contenha ingredientes com fator de proteção solar (FPS) na sua composição, ou, em alternativa, uma máscara de tecido com FPS. Caso coloque um protetor, opte por um mineral (com óxido de zinco ou dióxido de titânio), em vez de um químico, pois tem menos probabilidade de irritar a pele, já de si fragilizada.

Mesmo com todos os cuidados, não escapou ao mascne

Se mesmo tendo todos os cuidados acima referidos e utilizando os produtos adequados não notou nenhuma melhoria na condição da sua pele, não deixe de consultar um dermatologista de modo a encontrar uma solução mais especializada e adequada à sua situação.


Autoria: Beatriz Bonito | Farmacêutica
Referências Bibliográficas →


Produtos relacionados

Next →

Assine nossa newsletter e fique por dentro das novidades

Os cookies são importantes para oferecer um serviço online de melhor qualidade. Ao utilizar o nosso site está a concordar com a nossa política de privacidade e de utilização de cookies, saiba mais aqui.

Carrinho

Parece que o seu carrinho está vazio!

Olá,
Seu código Biovip

Escolha uma opção: