Loja Biovip de

Quer uma pele saudável e bonita? Alimente-a!

Quer uma pele saudável e bonita? Alimente-a!

Cada vez mais a dermocosmética, a cirurgia plástica e muitos outros tratamentos estéticos oferecem-nos soluções variadas, diferenciadas e, algumas delas, bastante eficazes na manutenção da saúde e beleza da nossa pele. Mas o recurso ao botox ou gastar centenas, por vezes milhares de euros em cremes ou técnicas que fingem desafiar a idade não são as únicas formas de manter a nossa pele com um aspecto fresco, vigoroso e saudável. Uma das estratégias mais eficazes para fortalecer a saúde da pele é nutrir o corpo através de uma alimentação saudável e equilibrada. As investigações demonstram que consumir certos tipos de alimentos pode ajudar a prevenir rugas, danos causados pela exposição ao sol e manter a pele hidratada.

A pele…

A pele é o maior órgão do corpo humano, sendo formada por três camadas estruturalmente diferentes: epiderme, derme e hipoderme. A sua função passa essencialmente pela proteção contra danos mecânicos, microrganismos e radiação. Além disso, a pele mantém o equilíbrio com o meio externo, para garantir internamente a manutenção vital, e é o órgão “de choque” que mais sofre com o processo de oxidação. Uma pele atacada por radicais livres apresenta sinais visíveis de envelhecimento: perda de brilho, sinais de desidratação, diminuição da elasticidade, formação de manchas de hiperpigmentação e rugas que podem ser superficiais, médias e/ou profundas.

Já ouviu dizer que a nutrição interna reflete-se no meio externo, a pele? Pois bem, não poderia ser mais acertado! A nossa pele é composta por células e como tal, a alimentação tem um papel fundamental ao fornecer substâncias necessárias às células, nutrindo-as. É por isso que a deficiência de certos nutrientes muitas vezes surge sob a forma de manifestações cutâneas, como borbulhas, descamações ou alterações na pigmentação.

Portanto, quando falamos no essencial para uma pele bonita é inevitável falarmos de alguns alimentos que são verdadeiros aliados da estética! Estes alimentos são fontes naturais de substâncias que têm o poder de provocar uma melhoria na aparência, tornando-a mais saudável e salientando a nossa beleza natural.

  • A cenoura, e restantes vegetais alaranjados, possui o betacaroteno, que dá a cor ao alimento e é um importante antioxidante, esta substância é capaz de combater os radicais livres e protege contra os raios solares, auxiliando, desta forma, a manutenção da hidratação e saúde da pele.
  • Já a couve é rica em clorofila, que ajuda a oxigenar as células, auxiliando, por exemplo, na prevenção e combate à celulite.
  • O licopeno, encontrado no tomate e que confere a cor vermelha ao alimento, é um poderoso antioxidante, agindo contra os radicais livres e auxiliando no aumento da aparência saudável.
  • Peixes como atum, sardinha, salmão e truta são fontes de ómega 3, ácido gordo essencial que possui propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes que atuam no combate aos radicais livres e auxiliam na manutenção e reconstituição de membranas celulares, por exemplo no combate aos danos causados pela exposição prolongada ao sol. A inclusão destes peixes pelo menos três vezes por semana auxilia na manutenção do aspecto jovial e na beleza da pele, sobressaltando o aspecto de saúde.
  • O abacate é rico em glutationa, poderoso antioxidante, auxiliando na manutenção da saúde e “anti-envelhecimento” das células.
  • No nosso “menú” de beleza, também podemos incluir a soja, que possui uma substância denominada isoflavona, capaz de atuar diretamente na reposição das hormonas, sobretudo no período de menopausa das mulheres, em que se evidencia uma drástica diminuição na normal produção hormonal.
  • Podemos citar a linhaça como um alimento de beleza. Neste alimento, para além de uma grande fonte de ómega-3, encontramos a lignana, fitoesteróide com efeito antioxidante e que "imita" a ação do estrogénio, como se fosse uma hormona natural, auxiliando no combate aos sintomas da tensão pré-menstrual (vulgarmente conhecida como TPM), deixando na mulher também um efeito de autoconfiança.
  • O rabanete, apesar de não ser tão conhecido, tem uma capacidade diurética, auxiliando na eliminação de toxinas. Outros alimentos que também apresentam esta característica de “limpar” o organismo são o abacaxi, a melancia e a cebola.
  • A vitamina E também auxilia na manutenção do aspecto saudável e cuidado da pele por ter funções anti-inflamatórias e impedir a peroxidação dos lípidos (gorduras). Podemos encontrá-la nos frutos secos, cereais integrais, azeite, milho e soja.
  • Também o enxofre, substância muito presente em cosméticos destinados a combater a oleosidade da pele pela sua acção no processo de eliminação de toxinas, é possível de ingerir na sua forma orgânica. Encontramo-lo em alimentos como castanhas, ovos e alho.
  • Por último, e muito importante: ingerir cerca de 2 litros de água por dia ajuda a hidratar a pele de dentro para fora, e auxilia a “desintoxicação” da mesma.

A tão desesperante acne…

A Acne é causada por poros obstruídos que, ao infetarem, aumentam a presença de bactérias e o crescimento de fungos na pele. O organismo produz um sebo lubrificante que tem como objetivo proteger a pele e hidratá-la. O aumento dessa secreção (devido à flutuação de hormonas, stress, fases diferentes da vida, alergias alimentares e o consumo de alimentos inadequados, ricos em gorduras e açúcares) obstrui mais ainda os poros, o que resulta no aparecimento de borbulhas. A inflamação da pele pode gerar nódulos, quistos e cicatrizes. O tratamento da acne enfatiza uma “desintoxicação” da pele, mas também redução do stress, identificação de alergias alimentares, equilíbrio hormonal e claro, mudanças alimentares.

Quando falamos em acne, primeiramente devem ser eliminados todos os alimentos que estimulam a acumulação de toxinas:

  • Alimentos ricos em gorduras saturadas e trans como por exemplo todo o tipo de fritos (incluindo snacks da pacote, salgados, panados, etc.) e fast-food;
  • Também os hidratos de carbono de alto índice glicémico (chocolate, doces, farinha branca, açúcar refinado, refrigerantes, gomas...) elevam a hormona insulina (que regula o açúcar no sangue), contribuindo para a inflamação da pele.
  • Os alimentos causadores de alergias alimentares, tais como leite, trigo e milho devem ser mantidos sob observação e evitados aquando de qualquer reação.

Complementarmente, pessoas que sofrem com esta situação devem seguir uma dieta rica em:

  • Vegetais verde-escuros ou alaranjados, ricos em vitamina A e betacarotenos, que auxiliam na manutenção e reparação da pele, pelo seu efeito cicatrizante.
  • Alimentos ricos em fibras também devem ser utilizados para a eliminação de toxinas que causam a acne, promovendo a desintoxicação da pele.
  • Nozes, castanhas e amêndoas não podem faltar, pela sua riqueza em vitamina E e ácidos gordos essenciais (anti-inflamatórios).
  • Alimentos ricos em proteína e zinco também são fundamentais para o tratamento, como carnes magras, feijões, ervilhas, iogurte com lactobacilos vivos (melhora a flora intestinal), ovos e peixe (anti-inflamatórios).
  • Infusões como o chá verde, chá preto ou chá branco são as melhores formas de ingerir a Epigalocatequina Galato (EGCG) - uma poderosa substância antioxidante que pode prevenir a acne, danos causados por exposição solar e inflamações de pele. Complementarmente a ajudar a sua pele, os antioxidantes presentes no chá serão poderosos promotores de saúde para todo o organismo.

Também diversos ativos presentes nos suplementos alimentares têm vindo a ser estudados e apresentados os seus efeitos benéficos quando falamos na saúde da nossa pele.

Princípios ativos que podem ser utilizados no combate à acne:

  • Óleo de semente de linhaça, peixe ou gérmen de trigo (anti-inflamatórios).
  • Geleia real, importante fonte de vitaminas do complexo B, possui ação cicatrizante e combate o stress da pele.
  • Levedura de cerveja e algas como chorella, spirulina e agar-agar.
  • A bardana é uma planta que tem propriedades depurativas antissépticas ajuda a regular o sebo da pele, sendo eficiente contra a acne. Muitas vezes para auxiliar na desintoxicação pode aparecer combinada com outras plantas, como dente-de-leão e cardo-mariano.

A eterna busca anti-envelhecimento…

A alimentação é o principal fator contra o envelhecimento celular que pode ser modificado, conseguindo combater os radicais livres que são produzidos pelo stress oxidativo do dia-a-dia, e que vem não só das emoções que vivemos mais também da poluição e radiação a que estamos expostos e as quais não podemos modificar, resultando em profundos danos das células da pele e consequente envelhecimento.

Portanto, devem ser evitados alimentos que aumentam a produção dos radicais livres, tais como, conservantes, corantes, gorduras saturadas e trans, alimentos industrializados e açúcar.

Consequentemente, deve-se aumentar o consumo de alimentos antioxidantes, legumes frescos, peixes, frutos secos (em especial, nozes), frutas cítricas e alguns óleos vegetais são os principais exemplos.

Também a diminuição de colagénio na estrutura da pele é um dos grandes responsáveis pelo aparecimento de rugas e o aspecto envelhecido da pele. O colagénio começa a diminuir naturalmente a partir dos 30 anos, e não há como evitar, mas podemos prevenir!

A vitamina C é um antioxidante muito poderoso que pode manter o colagénio na estrutura da sua pele e impedir a flacidez. Contudo, e porque a vitamina C é hidrossolúvel (solúvel na água), os níveis desta vitamina que podem ser armazenados no corpo são reduzidos, o que significa que teremos de repor o “stock” natural diariamente. As laranjas (também tangerinas e clementinas) são uma das melhores fontes de vitamina C, mas o kiwi, limão e lima (que pode espremer na carne e peixe ou fazer limonadas frescas) são também excelentes escolhas para manter os níveis de vitamina C regulares. Consumir citrinos numa base diária vai ainda ajudar a manter a pele hidratada, o que também ajuda a prevenir as rugas.

Então, que alimentos não podem faltar na dieta quando pensamos no anti-envelhecimento da pele?

Aveia, soja, sésamo, feijões, melancia, uvas, damascos, frutas cítricas (como laranja, kiwi, morango), legumes frescos (principalmente os de folha verde-escura), tomate, abóbora, cenoura e batata-doce (excelentes fontes de antioxidantes licopeno e betacaroteno), peixes, linhaça, carnes magras, gérmen de trigo (pela sua riqueza em vitamina E), ovos, castanha-do-brasil (muito rica em selénio) e levedura de cerveja (uma excelente fonte de vitaminas do complexo B).

No combate ao envelhecimento da pele, podem ser utilizados alguns princípios ativos presentes em suplementos alimentares:

  • Silício orgânico, vitamina C, resveratrol, betacaroteno e coenzima Q10;
  • Óleo de peixe, de linhaça e de gérmen de trigo;
  • Aminoácidos como taurina e arginina;
  • Algas como chlorella e spirulina;
  • Plantas como a cavalinha (rica em silício interveniente na síntese de colagénio) e aloé vera (efeito cicatrizante).

E as cirurgias estéticas?

A cirurgia plástica é uma realidade muito para além da parte estética, muitas vezes por questões de saúde ou acidentes tem de se recorrer a esta técnica cirúrgica. Na hora de se preparar para uma cirurgia plástica, uma dieta equilibrada é fundamental para fortalecer o organismo e garantir que o procedimento não traga surpresas indesejáveis. A alimentação no pós-operatório também é importantíssima para uma rápida recuperação. Determinadas vitaminas e minerais melhoram o aspecto da pele e dão integridade ao epitélio, são elas:

  • Vitamina C: Participa na estimulação do sistema imunitário, promovendo uma maior resistência às infecções, melhora a absorção do ferro, auxilia na cicatrização de feridas e cortes, participa na síntese do colagénio, atua como poderoso antioxidante, neutralizando a ação dos radicais livres, que desencadeiam o processo de oxidação celular. Exemplos de onde encontrar? Frutas cítricas, vegetais verdes folhosos, kiwi, morango, manga. Por se tratar de uma vitamina hidrossolúvel, no caso dos legumes, devem ser preparados no menor tempo possível, com pouca água e servidos imediatamente.
  • Vitamina A: Para além da defesa do organismo contra infecções, é um dos nutrientes mais importantes para a saúde da pele, combate o envelhecimento precoce, a formação de escamas e a desidratação. É também essencial para a renovação celular e promove o crescimento de nova pele. Onde encontrar? Peixes gordos, fígado, leite, ovos, papaia, cenoura, espinafres, brócolos e melão. Sejam frescos, crus, cozidos ou cozinhados a vapor, os legumes de folha verde são excelentes agentes para a saúde da pele.
  • Vitamina K: Auxilia na coagulação do sangue e na cicatrização. Onde a encontramos? Couve-flor, alface, espinafre, repolho, fígado, feijão, ervilha e cenoura.
  • Zinco: Importante na saúde do sistema imunitário e na cicatrização de tecidos. E onde está ele? Marisco, carnes magras, feijão e leguminosas em geral, iogurte e queijos.
  • Ferro: Manutenção do sistema imunitário, circulação do sangue e papel importante na produção de colagénio e elastina. Exemplos de onde encontrar? Carne em geral e vísceras, peixes, ameixas, tofu, damascos e vegetais verde-escuros.
  • Cálcio: Auxilia no controlo da frequência cardíaca e na coagulação do sangue. Facilmente o podemos encontrar vegetais verdes folhosos (brócolos, espinafre, agrião...), tofu, iogurte, queijos e peixes.

Seja qual for a sua preocupação com a pele, a saúde desta deverá ser sempre garantida, por isso não se esqueça e na próxima vez que for às compras, faça também uma lista para a sua pele!

Fontes bibliográficas 

← Anterior Próximo →

Assine nossa newsletter e fique por dentro das novidades

Os cookies são importantes para oferecer um serviço online de melhor qualidade. Ao utilizar o nosso site está a concordar com a nossa política de privacidade e de utilização de cookies, saiba mais aqui.

Carrinho

Parece que o seu carrinho está vazio!

Olá,