Loja Biovip de

A Aloé vera (Aloe barbadensis) é uma planta suculenta, sendo a mais antiga conhecida pelas suas propriedades medicinais e aplicações terapêuticas, cuja análise química revela mais de 200 substâncias biologicamente ativas. Com um elevado conteúdo em água (>99%), contém ainda vitaminas hidro e lipossolúveis (A, B, C, E), minerais (Na, K, Ca, Mg, P, Fe, Cu, Zn, Al, Mn), enzimas, aminoácidos (essenciais), proteínas, lípidos, compostos fenólicos, orgânicos e inorgânicos e polissacarídeos (maioritariamente glucomananos) aos quais são atribuídos muitos dos seus benefícios.

Apresenta propriedades cicatrizantes e reparadoras da pele, antioxidantes, imunomoduladoras, anti-inflamatórias, antimicrobianas, antidiabéticas e hipoglicemiantes, hipolipidémicas, antialérgicas, antitumorais, antirretrovirais, antiartríticas e antireumatóides, hepatoprotetoras e gastroprotetoras, contribui para a manutenção da saúde oral e do sistema imunitário, sendo ainda muito utilizada no tratamento da obstipação e outros distúrbios gastrointestinais1-6.

Os seus produtos, que incluem o latex ou sumo, usado como laxante devido ao seu conteúdo em glicosídeos C, barbaloína e isobarbaloína7-9; o gel proveniente da polpa utilizado para afeções da pele (cicatrização de feridas, queimaduras, irritações/eczema, inflamação) quando aplicado topicamente e a folha inteira usada no tratamento de diversas doenças.
O gel tem ainda um efeito profilático e curativo em lesões gastrointestinais como úlceras, e no cólon irritável, bem como a sua ação anti-inflamatória poderá ter efeito terapêutico em doença intestinal inflamatória. Os seus polissacarídeos demonstraram ativar macrófagos, adjuvar a produção de anticorpos e aumentar a libertação de citocinas, notando-se uma restauração da resposta imune celular com o gel de Aloé, bem como melhoria de parâmetros renais, sugerindo um efeito protetor10-11.
O extrato da folha, que combina ambos os componentes, tem vindo a ser estudado no tratamento do cancro, SIDA e diabetes mellitus12-13.

Ingrediente essencial de

Interações medicamentosas desconhecidas

Bibliografia

1. WebMD: Aloe barbadensis [Internet]. Available from: http://www.webmd.com/vitamins-supplements/ingredientmono-607-aloe.aspx?
activeIngredientId=607&activeIngredientName=aloe&source=1.
2. Aloe - University of Maryland Medical Centre [Internet]. Available from: http://umm.edu/health/medical/altmed/herb/aloe.
3. Presser KA, Ratkowsky DA, Ross T. Modelling the Growth Rate of Escherichia coli as a Function of pH and Lactic Acid Concentration.
Applied and Environmental Microbiology. 1997; Vol. 63, No. 6, p. 2355–2360.

Advertência

Apesar de integralmente sustentada em fontes de referência com reconhecido valor e prestígio nacional e internacional, a informação contida nestas páginas não pode ser considerada como exaustiva ou, apesar de todos os esforços de melhoria contínua, isenta de incorrecções inadvertidas. As plantas e seus derivados utilizados na preparação de suplementos alimentares têm efeitos nutricionais, e podem interagir com medicamentos e outros suplementos. A sua inclusão em produtos para consumo humano obriga à prévia determinação de segurança, porém, essa segurança depende de uma utilização responsável. A BIOVIP não assume qualquer responsabilidade por problemas decorrentes da má utilização da informação disponibilizada. Se precisar de aconselhamento específico, deverá recorrer directamente a um profissional devidamente qualificado.

Assine nossa newsletter e fique por dentro das novidades

Os cookies são importantes para oferecer um serviço online de melhor qualidade. Ao utilizar o nosso site está a concordar com a nossa política de privacidade e de utilização de cookies, saiba mais aqui.

Carrinho

Parece que o seu carrinho está vazio!

Olá,
Seu código Biovip

Escolha uma opção: