Loja Biovip de

Romã

A Romã (Punica granatum L.) é uma fruta indígena da região Mediterrânea e Médio Oriente, de extensa composição fitoquímica, incluindo compostos fenólicos, polifenóis, flavonoides (antocianinas, catequinas, quercetina, rutina), taninos e vitaminas com que contribuem em conjunto para as proprieda­des medicinais da Romã, como atividade antioxidante, adstringente, antidiarreico, antiobesidade, antidiabética, antidislipidémi­ca, anti-inflamatória, antimicrobiana, imunomoduladora e antitumoral. Tem utilização tradicional contra parasitas intestinais, disenteria e diarreia, pancreatite, distúrbios respiratórios, gástricos e biliares, he­morragias nasais, gengivais e hemorroidas, e é considerada, ainda, um tónico para a garganta e coração 1–6.

Por estes motivos tem sido considerada um superalimento e ganho popularidade em todo o mundo 7.

Vários estudos têm demonstrado que a Romã reduz a peroxidação lipídica, o stress oxidativo e a resistência à insulina, melhora o perfil lipídico (redução do colesterol) e reduz o grau de obesidade, para além de ter potencial no tratamento da hipertensão (reduz pressão arterial) e na melhoria da função vascular 8.

O consumo regular de Romã, seja fruta inteira, sumo ou suplementação alimentar que a contenha, parece ser benéfico para a saúde humana, podendo proteger e até melhorar a progressão de determinadas patologias como obesidade, diabetes, doenças cardiovasculares e até cancro 7,9.

Uma revisão sistemática de literatura científica recente confirmou que a suplementação com Romã poderá ser considerada um coadjuvante para mitigar a disfunção vascular e inflamação, devido à sua capacidade de reduzir os níveis de mediadores inflamatórios como a interleucina 6 (IL-6) e o fator de necrose tumoral (TNF-α) 8. Para além de promover biomarcadores anti-inflamatórios e recetores como IL-10 6.

Também ficou demonstrado em estudos científicos que a Romã tem capacidade anticancerígena tanto por estimulação da via apoptótica, induzindo citotoxicidade celular, como pela diminuição da proliferação celular 6.

Por último, o seu forte potencial antioxidante, superior a outras frutas, também foi comprovado através de meta-análises e estudos de revisão recentes, que demonstraram que os tanitos e os compostos fenólicos presentes neste fruto são os principais responsáveis pelas melhorias nos parâmetros de stress oxidativo 7,10.

Bibliografia

1. Viuda-Martos M, Fernández-Lóaez J, Pérez-álvarez JA. Pomegranate and its Many Functional Components as Related to Human Health: A Review. Compr Rev Food Sci Food Saf. 2010;9:635-654. doi:10.1111/j.1541-4337.2010.00131.x
2. Shaygannia E, Bahmani M, Zamanzad B, Rafieian-Kopaei M. A Review Study on Punica granatum L. J Evidence-Based Complement Altern Med. 2015;21(3):221-227. doi:10.1177/2156587215598039
3. Derakhshan Z, Ferrante M, Tadi M, et al. Antioxidant activity and total phenolic content of ethanolic extract of pomegranate peels, juice and seeds. Food Chem Toxicol. 2018. doi:10.1016/j.fct.2018.02.023
4. Al-Muammar MN, Khan F. Obesity: The preventive role of the pomegranate (Punica granatum). Nutrition. 2012. doi:10.1016/j.nut.2011.11.013
5. Teixeira da Silva JA, Rana TS, Narzary D, Verma N, Meshram DT, Ranade SA. Pomegranate Biology And Biotechnology: A Review. Sci Hortic (Amsterdam). 2013. doi:10.1016/j.scienta.2013.05.017
6. Baradaran Rahimi V, Ghadiri M, Ramezani M, Askari VR. Antiinflammatory and anti-cancer activities of pomegranate and its constituent, ellagic acid: Evidence from cellular, animal, and clinical studies. Phyther Res. 2020. doi:10.1002/ptr.6565
7. Fahmy H, Hegazi N, El-Shamy S, Farag MA. Pomegranate juice as a functional food: A comprehensive review of its polyphenols, therapeutic merits, and recent patents. Food Funct. 2020. doi:10.1039/d0fo01251c
8. Wang P, Zhang Q, Hou H, et al. The effects of pomegranate supplementation on biomarkers of inflammation and endothelial dysfunction: A meta-analysis and systematic review. Complement Ther Med. 2020. doi:10.1016/j.ctim.2020.102358
9. Kandylis P, Kokkinomagoulos E. Food applications and potential health benefits of pomegranate and its derivatives. Foods. 2020. doi:10.3390/foods9020122
10. Morvaridzadeh M, Sepidarkish M, Daneshzad E, Akbari A, Mobini GR, Heshmati J. The effect of pomegranate on oxidative stress parameters: A systematic review and meta-analysis. Complement Ther Med. 2020. doi:10.1016/j.ctim.2019.102252

Advertência

Apesar de integralmente sustentada em fontes de referência com reconhecido valor e prestígio nacional e internacional, a informação contida nestas páginas não pode ser considerada como exaustiva ou, apesar de todos os esforços de melhoria contínua, isenta de incorrecções inadvertidas. As plantas e seus derivados utilizados na preparação de suplementos alimentares têm efeitos nutricionais, e podem interagir com medicamentos e outros suplementos. A sua inclusão em produtos para consumo humano obriga à prévia determinação de segurança, porém, essa segurança depende de uma utilização responsável. A BIOVIP não assume qualquer responsabilidade por problemas decorrentes da má utilização da informação disponibilizada. Se precisar de aconselhamento específico, deverá recorrer directamente a um profissional devidamente qualificado.

Assine nossa newsletter e fique por dentro das novidades

Os cookies são importantes para oferecer um serviço online de melhor qualidade. Ao utilizar o nosso site está a concordar com a nossa política de privacidade e de utilização de cookies, saiba mais aqui.

Carrinho

Parece que o seu carrinho está vazio!

Olá,
Seu código Biovip

Escolha uma opção: